Remédio para ansiedade

A ansiedade é considerada uma emoção normal em todos nós seres humanos, sentir – se ansioso é natural, e com certeza você já teve esse sentimento antes.

Geralmente o sentimento de ansiedade está associado com decisões difíceis, uma prova importante, ou mesmo de forma anterior a aquela esperada viagem.

A ansiedade por vezes até é positiva, em algumas situações, pois pode te preparar melhor, e em outros casos, pode te atrapalhar. Tudo depende da forma que ela se manifesta pra você, e como você lida com ela.

A ansiedade quando apresentada de forma excessiva pode vir a se tornar doença, chegando a um distúrbio de ansiedade, ou outras coisas. E pra isso é preciso um tratamento, incluindo ação medicamentosa.

Remédio para Ansiedade

O que é a ansiedade?

Introduzimos a ansiedade como um sentimento global, agora é hora de sabermos sobre os sentimentos ansiosos mais graves.

Pessoas que manifestam ansiedade de forma excessiva apresentam uma grande preocupação, e até mesmo um medo extremo de situações simples do dia-a-dia, além disso a ansiedade vem atrelada a sintomas físicos, que podem atrapalhar todo o dia-a-dia.

Podemos dizer que a ansiedade é algo bem próximo da preocupação, sendo então um aspecto do medo, um temor que as coisas saiam diferente do nosso planejamento, e etc.

Tudo isso pode ser visto como natural, como já citamos! Mas a manifestação de forma exagerada, é que pode causar diversos prejuízos, pois pode começar a surgir medos específicos ou até mesmo medos irreais.

Biologicamente falando, a ansiedade é a resposta do corpo, que indica fuga, mais ou menos como um reflexo. Assim, ela é considerada uma reação ao estresse e também as situações de perigo, e por conta dessa reação biológica é que podemos ter os sintomas físicos.

Veja também: Vertigem – o que é e como tratar

Sintomas de ansiedade

Os sintomas da ansiedade são muitos, e eles que vão atrapalhar o cotidiano de qualquer pessoa, como exemplo temos:

Sintomas psicológicos

Apresenta medo, tensão, nervosismo, sensação de algo ruim prestes a acontecer, problemas de concentração, medo constante, descontrole sobre os pensamentos, preocupação exagerada, pensamentos irreais ou de baixa probabilidade, insônia, irritabilidade, agitação no corpo.

Sintomas físicos

Já os sintomas físicos são marcados por dor no peito, aumento das batidas cardíacas, respiração ofegante, falta de ar, sudorese, tremor em alguma parte do corpo, boca seca, náuseas, sensação de cansaço, fraqueza, tensão muscular, dor de barriga ou diarreia.

Há também a ansiedade que se torna um transtorno do pânico, e nesse caso os sintomas podem ser diferentes, e ainda mais graves.

Muitas pessoas ao saberem sobre a ansiedade querem descobrir o porque são tão ansiosas, mas ainda não há uma resposta concreta contra a isso, mas já sabemos que há alguns fatores envolvidos, como a genética, o histórico familiar, o ambiente ou mesmo algum evento traumático ou muito estressante.

Há também problemas físicos que podem estão diretamente ligados a ansiedade, como dores crônicas, problemas cardiovasculares, problemas respiratórios, abuso de drogas e álcool, ou mesmo infecções!

Todas essas doenças podem trazer a sensação de ansiedade, quando na verdade são sintomas presentes nas doenças em questão, por isso é sempre bom procurar um médico para que o diagnostico diferencial seja feito.

Ansiedade é grave?

Depende. Falar sobre gravidade nesses casos é complexo, pois pode ser que a ansiedade esteja ligada somente aquela fase da vida do sujeito, por exemplo, e quando tudo isso passar a ansiedade vai passar junto.

Também há ansiedades que não apresentam sintomas, ou que a própria pessoa consegue controlar.

Mas também há aquelas de difícil controle, que pode levar a distúrbios ou mesmo a outras doenças psiquiátricas, e nesse caso é considerado grave.

Muitas pessoas banalizam o sentimento ansioso constante, mas é uma doença, é para que não aconteça a evolução é preciso procurar ajuda!

Mediante a tudo isso podemos concluir que a ansiedade é uma doença grave, dependendo de sua manifestação, já que pode atrapalhar a rotina do individuo e a sua qualidade de vida. 

Tem cura?

Uma pessoa que é diagnosticada como tendo ansiedade exacerbada, sendo em distúrbios ansiosos ou mesmo crise do pânico, é uma pessoa que não pode falar de cura.

Qualquer doença psiquiátrica não é considerada como curada. O que pode acontecer é a remissão de sintomas, que podem não aparecer nunca mais, ou que podem aparecer em situações que o cotidiano desencadeou. Mas não pode-se falar em cura.

Mas isso não significa que você vai precisar conviver com a doença pra sempre, e sim em alerta para que novos episódios não aconteçam.

Ansiedade

Como aliviar?

A melhor forma de aliviar a ansiedade é com tratamento médico, se o psiquiatra julgar necessário, meditação, exercícios físicos, exercícios de respiração, e tratamento psicológico.

Cada uma dessas ferramentas vai ter uma atuação para que a ansiedade seja aliviada, ou mesmo para que os sintomas sumam! Por isso é importante investir em uma dessas ações, ou até mesmo em todas.

Remédios caseiros para ansiedade

Se a sua ansiedade é leve e só dá as caras naquele dia antes da prova final você pode fazer soluções caseiras para aliviar os sintomas, e conseguir pensar racionalmente sem sentir ansiedade dentro de si.

Suco de maracujá

Suco de Maracujá

O suco de maracujá é perfeito para acabar com a ansiedade, você pode o tomar diariamente. E a boa notícia é que é super fácil de fazer.

Você vai precisar de:

  • 100 ml de água;
  • 100 ml de polpa de maracujá;
  • Mel a gosto.

Depois bata a polpa de maracujá no liquidificador por cerca de 3 segundos, depois coe para que as sementes fiquem de fora, e coloque a água e o mel.

Como se trata de uma solução natural não tem contraindicações, podendo ser até mesmo utilizado em casos de ansiedade infantil, ou até para complementar os medicamentos receitados.

Erva cidreira

Erva Cidreira

Outra solução caseira e muito importante é a erva cidreira, que é considerada uma planta medicinal para ajudar a acalmar e relaxar o seu sistema nervoso.

Para fazer a solução é precis,

  • 1 colher de chá de camomila;
  • 1 colher de chá erva cidreira.

Para fazer você deve colocar as ervas em um recipiente, cobrir com água fervendo e depois tampar! Quando amornar coe a solução e beba a seguir, durante várias vezes ao dia.

Medicamentos para ansiedade 

Os medicamentos para a ansiedade são vendidos somente mediante receita! É muito importante seguir todas as recomendações do médico psiquiatra quando ao uso desses remédios, pois não são fracos, e necessitam de acompanhamento constante.

Antidepressivos: Sim, os antidepressivos são utilizados para tratar de sintomas e transtornos ansiosos, isso porque ele tem uma boa atuação com a serotonina. Além disso são sugeridos para tratamentos mais prolongados, para que a dependência seja menor.

Ansiolíticos: Os ansiolíticos são medicamentos que vão agir de diversas formas, vai depender do neurotransmissor que atuam.

Os considerados “tarja preta’’ são utilizados na fase mais aguda da doença, para aliviar sintomas físicos, e agir no sistema GABA. O ruim é que esses medicamentos atuam mais nos sintomas, não melhorando a causa da depressão.

Antipsicóticos: E por fim os antipsicóticos podem ser utilizados dentro do período mais crítico de quadros ansiosos, mas também atuam mais nos sintomas do que na causa.

Para tratar a causa o ideal é a psicoterapia!

Links úteis & Referências

https://www.miguellucas.com.br/
https://www.clinicadamente.com/tratamentos/ansiedade/
https://www.saudecuf.pt/mais-saude/doencas-a-z/ansiedade

Remédio caseiro para a tosse

A tosse é um sintoma chato, que vira e mexe está nos acompanhando, e atrapalhando a nossa vida. Em nosso artigo de hoje você vai conhecer mais sobre os possíveis sintomas e causas da tosse, além de saber a melhor forma de aliviar e cuidar. Confira.

O que é a tosse?

A tosse nada mais é do que um reflexo natural do nosso corpo, que pode eliminar qualquer irritação pulmonar! Porém, depende de que tipo de tosse estamos falando, pois a característica da tosse pode indicar muita coisa.

A tosse nada mais é do que o resultado da contração da musculatura do tórax, aumentando assim o ar sobre o pulmão. Tem também um som muito característico que é produzido graças ao reflexo da tosse que pode ser expelida até 160 km/h se houver secreção.

O que pode ser?

Para saber o que pode ser devemos dividir as tosses e as suas possíveis causas, por exemplo.

Tosse Seca

  • Problemas cardíacos: Um dos sintomas de quem está sofrendo de doença cardíaca é a tosse seca que é bem persistente.

Nessa tosse não é encontrada nenhuma secreção, e pode piorar em alguns momentos, como a noite ou quando se está deitado. Além disso se nenhum medicamento consegue acabar com essa tosse, temos outro indício de doenças cardíacas;

  • Alergia: A alergia respiratória costuma também estar associada com muita tosse seca, especialmente quando a pessoa é exposta em poeiras, ou estações como o outono e a primavera;
  • Refluxo: O refluxo gastroesofágico pode causar tosse seca, principalmente depois que acontecer a ingestão de alimentos, principalmente apimentados ou ácidos. Dessa forma a pessoa pode tossir sem parar;
  • Cigarro e poluição ambiental: Outra forma de tosse seca é a presença da fumaça de cigarro, e da poluição, que pode causar uma tosse bem seca e que persistente, que irrita as vias aéreas.

Tosse com catarro

Quando a tosse vem acompanhada do catarro, as principais causas podem ser:

  • Gripe ou resfriado: A gripe e o resfriado são as formas mais comuns de tosse com a presença de catarro, principalmente quando acompanhados de cansaço, mal estar, espirros e outros sintomas característicos;
  • Bronquite: Já a bronquite é caracterizada pela presença de uma tosse forte e com catarro! O catarro é espesso, está em pouca quantidade e pode demorar até 3 meses para passar. Ou seja, bem persistente, e requer uma série de cuidados;
  • Pneumonia: A tosse com catarro também é bem caracterizada dentro da pneumonia, principalmente se associada com febre, dor no peito, dificuldade para respirar, e etc.

Tosse com sangue

A tosse com sangue pode assustar muitas pessoas, e está presente nos seguintes quadros:

Tuberculose: Um dos principais sinais da tosse com catarro são as pequenas quantidades de sangue, além disso a tosse não passa mesmo com remédios e dura mais de 3 semanas! A tuberculose é uma doença grave e séria que precisa ser tratada de forma rigorosa.

Sinusite: No caso da sinusite temos a presença de sangue pelo nariz, podendo escorregar pela garganta, e se a pessoa tossir, pode parecer que está saindo do pulmão. Nesses casos o sangue não está em grandes quantidades.

Pessoas que utilizam sondas: E por fim as pessoas que utilizam sondas podem ferir a sua garganta, e com isso pequenas gotas de sangue estarem presentes na tosse. Geralmente é um sangue vermelho e bem vivo.

É grave?

Depende! Como vimos há diversas tosses e cada uma delas pode ter a sua causa, por isso é muito difícil falar sobre gravidade!

Por isso é importante prestar atenção em outros sintomas associados com a tosse, também observar o quanto ela pode ser persistente, pra procurar um médico e esclarecer o que está acontecendo.

Como aliviar?

Uma das formas de aliviar a tosse é indo ao médico para que aconteça o diagnostico, e ele possa sugerir o tratamento mais adequado, os remédios caseiros que vamos colocar a seguir, também podem fazer com que aconteça o alivio.

Mas para além disso há outras ações, como:

  • Não dormir com os cabelos molhados;
  • Sempre manter os pés bem aquecidos com a ajuda de meias;
  • Manter – se bem hidratado, bebendo grandes quantidades de água;
  • Evitar permanecer em locais onde estejam correntes de ar;
  • Se vestir de acordo com a temperatura do dia;
  • Evitar ficar em locais com poeira;
  • Evitar fumaça de cigarro e fumaças no geral.

Remédio caseiro para a tosse 

Há diversos remédios caseiros para a tosse, e você vai conferir agora algumas receitas.

Chá de gengibre e limão

Chá de Gengibre e Limão - Remédio Caseiro para a tosse

O chá de gengibre e limão é ótimo, pois possui propriedades anti – inflamatórias, fazendo com que reduza a irritação da garganta, dos pulmões, além de descongestionar as vias aéreas. Por ser natural não apresenta efeitos colaterais.

Os ingredientes são:

  • 140 gramas de raiz de gengibre;
  • Suco de 2 limões;
  • ½ litro de água.

Para fazer é necessário ferver o gengibre e a água com fogo brando, até que seja possível misturar para que seja reduzido o volume inicial! Depois desligue o fogo, coe e junte com o suco feito com os limões! Se desejar adoçar utilize mel.

Você deve tomar 1 colher de sopa desse chá a cada 4 horas, sempre que a tosse persistir.

Remédio caseiro para a tosse com suco de guaco com cenoura

Suco de Guaco de Cenoura - Remédio Caseiro para a tosse

Sem dúvidas outra ótima opção é o suco de guaco com cenoura, ele possui propriedades expectorantes que ajudam a eliminar o excesso de catarro, fazendo com que você respire melhor.

Para fazer o suco você deve ter:

  • 5 folhas de guaco;
  • 1 cenoura;
  • 2 ramos de hortelã.

Para fazer é necessário misturar tudo no liquidificador, depois coar e adicionar 1 colher de chá de mel. Beba várias vezes durante o dia para aliviar os sintomas e mandar a tosse embora.

Medicamentos para tosse

Os medicamentos tem a ação de aliviar todos os sintomas que causam a tosse, além de aliviar, eles tem o poder de eliminar a tosse, mas claro, sempre devemos lembrar que existe diversos tipos de tosse.

E todos esses medicamentos devem ser comprados com receita, e sob orientação do médico, só ele pode indicar a duração do tratamento, a tosse, a causa, entre outros detalhes.

Há alguns remédios bem indicados quando o assunto é tosse, como por exemplo, a codeína, zyplo, clobutinal, e até mesmo pastilhas para aliviar os sintomas. Aqui estamos falando de uma tosse mais secas.

Já para tosses com catarro devemos ter remédios que facilitem a eliminação e consiga reduzir a obstrução das vias aéreas, como tosse a sensação de falta de ar.

Os remédios mais indicados são, Sedavan, Mucolin, Bontox, Xarope Vick, Fluimucil.

Lembrando que há algumas causas de tosse que só vão passar quando a doença por tratada, por exemplo, as tosses associadas com doenças cardíacas.

Nesse caso não adianta tentar nenhuma solução, pois a tosse está mais ali como um sintoma, e você precisa aguardar que a doença do coração esteja estável, para que os sintomas possam ser remetidos.

Por isso está o erro em se auto-medicar, você pode estar ingerindo remédios que não tenham relação com o que você realmente tem.

Veja também:

Remédio para Infecção urinária

A infecção urinária é uma doença comum, que atinge principalmente as mulheres, mas pode estar presente também em homens! Por vezes ela é silenciosa, e outras vezes é manifestada com sinais mais graves, como sangramento.

Em nosso artigo de hoje você vai saber tudo sobre a infecção urinária, sobre o tratamento, e mais. Confira.

Remédio para Infecção Urinária - Causas e Tratamento

O que é infecção urinária?

A infecção de trato urinário (ITU) é popularmente conhecida como infecção urinária. Trata-se de um quadro de origem infecciosa que atinge qualquer parte do nosso sistema urinário, como os rins, bexiga, uretra e ureteres.

O mais comum é que a infecção atinja toda a parte inferior do trato urinário.

Estima-se que cerca de 30% das mulheres vão apresentar o quadro uma vez na vida, seja na forma leve ou na forma grave. Segundo pesquisas as mulheres tem 50% de chances a mais do que os homens de ter o problema.

O que pode ser ?

A infecção urinária pode ser diversas coisas, e vir de diversos quadros.

  • Gravidez: As mulheres tem grandes chances de ter infecções recorrentes durante a gravidez, isso deve acontecer por conta das alterações fisiológicas das vias urinárias na gravidez. Nas gestantes a infecção pode vir acompanhada de dor em baixo do ventre,  assim como dores para urinar, podendo até mesmo trazer dificuldades respiratórias;
  • Cistite: Temos uma infecção bacteriana na bexiga ou mesmo no trato urinário inferior. Na grande parte dos casos isso acontece por uma bactéria que veio do trato gastrointestinal. A relação sexual pode ser uma das causas da cistite, e as mulheres tem mais chance pela anatomia do corpo;
  • Uretrite: Nesse caso temos uma inflamação ou infecção na uretra! A uretra é o canal responsável por transportar urina da bexiga para fora do corpo, e dessa forma as uretrites são decorrentes também de bactérias do trato gastrointestinal;
  • Pielonefrite: Aqui temos uma infecção no trato urinário que pode acontecer na uretra ou mesmo na bexiga, podendo transitar inclusive, entre um e outro. Senão tratado de forma correta, pode prejudicar bastante os rins, ou mesmo ter acesso a corrente sanguínea e causar efeitos graves e fatais;
  • Infecção nos ureteres: Essa infecção acontece nos canais que levam a urina dos rins até a bexiga.

As causas são muitas! E uma delas pode ser até a forma anatômica de algumas mulheres, isso porque as infecções podem estar mais presentes em pessoas com uretra menor.

Ou seja, o sistema reprodutor feminino por si só apresenta essa característica, fazendo com que a bactéria tenha um acesso mais rápido para chegar a bexiga.

Quem teve vida sexual ativa também pode ter maiores chances de desenvolver infecção urinária, especialmente relações vaginais.

Alguns contraceptivos também podem ser considerados uma das causas para a infecção urinária. Depois da menopausa as infecções podem acontecer com maior frequência, já que há uma baixa no estrogênio, deixando o trato urinário mais vulnerável para ação de bactérias.

Bloqueios no trato urinário também pode ser um grande fator de risco, esses bloqueios são as pedras nos rins e o aumento da próstata.

Ter o sistema imunológico “deficiente’’ também pode fazer com que as bactérias consigam ter um maior acesso ao nosso corpo, assim, causando infecção.

Como relatamos no começo do artigo, nem sempre os sintomas aparecem mas há alguns mais comuns, como:

  • Ardência ao urinar;
  • Necessidade de urinar mesmo depois de voltar do banheiro;
  • Urina escura;
  • Urina com mau cheiro;
  • Urina com sangue;
  • Dor pélvica;
  • Dor no reto;
  • Aumento da frequência de urina;
  • Incontinência urinária.

É grave?

Quanto a gravidade da infecção urinária, depende! Como vimos há diversas formas da infecção se manifestar, e é por isso que qualquer sinal é importante ir até o médico.

Somente exames específicos vão fazer o médico entender o que está acontecendo e te passar o tratamento correto! Por vezes, a infecção não começa de forma grave, mas vai se agravando com o passar do tempo, chegando até mesmo há algo fatal.

Não pela infecção urinária em si, mas pelas complicações, e consequências secundárias que ela pode trazer, por isso é importante estar sempre atento.

Como aliviar a dor?

Se a sua infecção urinária vir acompanhada de dor, o ideal é beber bastante água, isso vai fazer com que a urina se dilua ao máximo, e tantas idas ao banheiro pode fazer com que a bactéria seja expelida do seu corpo.

Portanto, deixe sempre uma garrafinha de água perto de você, e vá bebendo o máximo que conseguir! Também faça isso em um ambiente onde você tenha fácil acesso ao banheiro.

Para aliviar a dor você deve cortar algumas bebidas, como cafés, ou outras bebidas com cafeínas, cítricos e até as bebidas alcoólicas, o consumo dessas bebidas podem aumentar ainda mais sua dor, pois causam irritação na bexiga.

E por fim, outra forma eficaz de aliviar a dor que a infecção urinária pode causar, é aplicando bolsa de água morna na região do abdômen, isso vai fazer com que o desconforto seja minimizado! Assim, você vai sentir – se mais aliviada.

Remédios caseiros para infecção urinária

Há diversos remédios caseiros que você pode manipular para a infecção urinária, entre eles temos:

Uva ursina

Uva Ursina - Remédio para Infecção Urinária

A uva ursina é um antisséptico e também um diurético, e quando misturado com outros ingredientes podem trazer grandes benefícios. Como por exemplo, com a equinácea que tem ação antibiótica, fortalecendo o sistema imunológico, além disso temos o hidrastre, que vai atua como anti – inflamatório.

Para fazer a combinação você vai precisar,

  • 30 ml de extrato de uva – ursina;
  • 15 ml de extrato de equinácea;
  • 15 ml de extrato de hidraste.

Para fazer você vai precisar misturar todos esses extratos, e os colocar em um frasco, agitando para que seja possível ser bem diluído!

Depois de pronto, dilua uma colher de chá desse xarope em um pouquinho de água morna, e beba em seguida. Totalize durante o dia 4 colhares dessa combinação.

A receita não é indicada para mulheres grávidas.

Suco de arando Silvestre

Arando Silvestre - Remédio para Infecção Urinária

Outra forma de remédio caseiro é o suco de arando Silvestre, que é uma ótima opção para a infecção urinária, a receita conta com alta concentração de proantocianidinas que vão atuar para dificultar a aderência da bactéria.

Os ingredientes são:

  • 250 gramas de arando;
  • 1 copo de água.

Você deve tomar até 4 copos dessa receita todos os dias, enquanto os sintomas estiverem presentes.

Medicamentos para infecção urinária

Há também os medicamentos para a infecção urinária que podem ser receitados somente por um médico, e que vai depender da gravidade da infecção, por isso a importância de procurar um profissional especializado.

Além disso o médico pode receitar analgésicos para atuar na dor, e na ardência.

Os medicamentos mais usados para casos de infecção urinária são: Amicacina, Amoxilina, Bactrim, Ceclor, Cefaclor, Cipro, Clocef, Cystex e outros.

Lembrando que todos esses remédios só podem ser comprados com receita médica, então, por mais que tenha algum desses de receita anterior, não se auto – medique. O médico é o único que vai passar com propriedade a dosagem correta, e a duração do tratamento.