Metronidazol precisa de receita

Temos recebido vários e-mails a perguntar se o Metronidazol precisa de receita e decidimos então criar este artigo para vos ajudar e esclarecer todas as vossas dúvidas. Iremos também mostrar para que é usado este medicamento e quais os possíveis efeitos secundários.

É sempre importante verificar se o Metronidazol necessita de receita para evitar o pior.

Sendo um medicamento bastante conhecido as pessoas assumem que os efeitos secundários são leves e que pode ser tomado por toda a gente. No entanto, isso não é verdade e há um grupo bem grande que não está aconselhado a utilizar ele.


O que é o Metronidazol?

Metronidazol precisa de receita

O Metronidazol é um antibiótico bastante conhecido por todo o país, principalmente por ter uns resultados bastantes positivos.


É utilizando no tratamento de Doenças Sexualmente Transmissíveis, aliviando os sintomas. Ele evita que a produção e que a infeção se espalhe para outras partes do corpo.

O nível de dores provocadas pelas DST varia de caso para caso, sendo que algumas pessoas têm dores muito agudas e outras quase nem sentem nada.


O Metronidazol tem efeito rápido?

Tal como qualquer medicamento, todos desejamos que tenham um efeito rápido e eficaz.

O Metronidazol é conhecido por aliviar rapidamente a dor e ser eficaz na maior parte das infeções vaginais, como o trichomonas vaginalis, a vaginose bacteriana e a gardnerella vaginalis.

Este tipo de infeções são um pouco dificeis de combater se não usar o medicamento certo e podem provocar infeções noutros orgãos, como o fígado e ovários.

Para além do seu efeito rápido, é um antibiótico que previne problemas mais graves provocadas pela infeção. Pois estas bactérias são conhecidas por provocar danos permanentes na nossa saúde


Metronidazol precisa de receita?

Vamos então ao que interessa neste artigo, será que Metronidazol precisa de receita?

A resposta é sim, este antibiótico milagroso necessita de receita, pois são várias as pessoas que não o devem utilizar e os medicamentos que toma diariamente podem influenciar na sua eficácia.

Mais à frente poderá ler sobre para quem não está aconselhado o uso do Metronidazol, podendo ver se está enquadrado nesse grupo ou não.

Umas das grandes vantagens deste antibiótico é que as pessoas com alergia à penicilina podem usá-lo, com pouco risco de efeitos secundários.


Quem pode tomar Metronidazol?

Este comprimido é aconselhado para mulheres com idade superior a 18 anos e que sofram de uma infeção vaginal. Normalmente em mulheres que sofrem de vaginose bacteriana e trichomonas vaginalis.


Quem NÃO deve tomar este medicamento!

Agora que já vi que metronidazol precisa de receita é importante verificar quando deve ou não tomar esta medicação.

Apesar de ele poder ser utilizado por grande parte das mulheres, ele não é aconselhado se tiver algum dos problemas que iremos mostrar a seguir.

Se tiver alguma alergia ao Metronidazol, nunca o deverá utilizar.

Ele não está aconselhado para grávidas ou mulheres que ainda estejam a amamentar. Apesar de não terem sido revelados efeitos nos fetos, só é mesmo aconselhável se não houver mais nenhuma solução.

Pois o medicamento é excretado juntamente com o leite materno e, posteriormente, pode afetar o seu bebê.

Se sofre de algum dos seguintes problemas, NÃO use o Metronidazol:

  • Anemia
  • Doença de Crohn
  • Epilepsia
  • Doença hepática
  • Desordens nervosas

Para além desses problemas, se estiver também a tomar alguns dos seguintes medicamentos, NÃO é aconselhável o uso dele:

  • Contraceptivos orais (ex. pílula)
  • Dissulfiram
  • Ciclosporina
  • Lítio
  • Cimetidina
  • Fluorouracilo

Como o Metronidazol necessita de receita, terá que marcar uma visita no seu médico e ele poderá lhe aconselhar melhor sobre se pode ou não utilizar este comprimido. Não se esqueça de o informar sobre os medicamentos que toma diariamente e se tem algum problema de saúde.


Quais os efeitos colaterais?

É raro este medicamento provocar efeitos colaterais e devido ao seu tratamento ser curto, os efeitos também têm pouca duração.

Contudo, há sempre quem sofra efeitos secundários. Então vamos mostrar quais os mais comuns:

  • Vômitos
  • Diarreia e náuseas
  • Dores abdominais
  • Perda de apetite
  • Sonolência
  • Erupções cutâneas

Como qualquer medicamente, não é aconselhável o consumo de álcool, pois provoca efeitos colaterias bastante graves e deve esperar até 48 horas após terminar o tratamento para voltar a consumir.


Como tomar o Metronidazol

Comprimidos

Este antibiótico é normalmente tomado com uma dose baixa. O tratamento costuma durar 7 dias, tomando 3 comprimidos por dia.

No entanto, apenas um profissional de saúde poderá lhe indicar exatamente durante quanto tempo tomar e a quantidade. Pois depende da tolerância de cada paciente, de como está a infeção e se Metronidazol é o mais adequado para o seu problema.

No entanto, a forma mais comum de tomar ele é:

  • Apenas uma dose única de 200 mg
  • Durante 10 dias, 250 mg duas vezes ao dia;
  • Durante 7 dias, 400 mg duas vezes ao dia.

Custo do Metronidazol

Outras das grandes vantagens deste antibiótico é o baixo custo.

Dependendo da dosagem e da quantidade que trás. O preço começa dos R$ 5.59 até aos R$ 16.33 sendo bastante acessível para qualquer pessoa.

Apenas o seu médico poderá lhe indicar exatamente qual o mais indicado para você.

O preço de venda também pode variar de laboratório para laboratório e da quantidade que tem a embalagem e ainda a sua dosagem.


Esperemos que este artigo tenha esclarecido as suas dúvidas em relação a este medicamento.

Como pode confirmar ao longo do artigo, o Metronidazol precisa de receita sim, mas devido à sua eficácia e baixo custo, o melhor é mesmo dirigir-se ao seu médico.

Pois não precisa de estar a sofrer e correr o risco da infeção se espalhar e tornar ainda mais grave o problema.

Não se esqueça também de lhe referir se tem alguma das doenças indicadas anteriormente e quais os medicamentos que toma diariamente.

Leia também com bastante atenção o folheto que acompanha o medicamento e se notar que teve algum dos efeitos secundários o mais aconselhável e mesmo parar de tomar e dirigir-se ao seu médico, contando o que sentiu.

Não tente comprar o antibiótico, pois Metronidazol precisa de receita obrigatória, se tentar tomar sem falar com o seu médico os efeitos secundários poderão ser muito perigosos.

Links úteis:

<< Voltar para o inicio

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (312 votes, average: 4,01 out of 5)
Loading...