Dor no Peito

Em nosso artigo de hoje você vai saber sobre a dor no peito, suas causas, como aliviar e a gravidade. Confira.

Dor no Peito - Pode ser grave! Cuidados e tratamento

Dor no peito é grave?

Quando falamos em dores no peito sempre pensamos em algo relacionado com o coração e por isso grave. Mas calma! Nem sempre a dor no peito é sinal de algo grave, pode ser até mesmo excesso de gases, como veremos a seguir.

O mais importante para você saber se é grave ou não é observar quando a dor surge, qual o tipo de dor, se ela vem sozinha ou com outros sintomas. Além disso a dor é mais grave quando ao realizar um esforço, ela piora, ou quanto vem relacionada com outras sintomas.

Dores no estilo ‘’fisgada’’ estão relacionadas com coisas menos graves e são mais frequentes.


Por que dói?

O porque do peito doer vai depender muito mais da causa da dor. Por isso confira o nosso tópico abaixo.

Veja também: Dor na mama, o que poderá ser?

O que pode ser?

  • Excesso de gases: Com certeza essa é uma das causas mais comuns para a dor no peito, pessoas que estão sofrendo de prisão de ventre pode ter essa dor frequentemente, sem nenhuma relação com o coração.

Isso acontece porque os gases se acumulam no intestino, e ao empurrar os órgãos abdominais causam uma dor que chega até a região do peito.

  • Ansiedade e estresse: Quando você se sente bem estressado ou ansioso isso causa um aumento na tensão muscular da parte das costelas, além de aumentar a frequência do seu batimento cardíaco.

Essas duas coisas juntas provocam a dor no peito, principalmente em caso de pessoas que sofrem com algum transtorno de ansiedade ou síndrome do pânico.

  • Dor muscular: Essa dor está mais presente na vida de quem faz academia ou algum esporte, ou ainda quando tossimos muito ou carregamos algo muito forte. Isso acontece porque os músculos ficam contraídos causando dor.
  • Refluxo gastroesofágico: Pessoas diagnosticadas com refluxo gastroesófafico e não seguem uma dieta adequada tem maior chance de sentir frequentemente dores no peito, que tem relação direta com a inflamação do esôfago.
  • Úlcera no estômago: A dor que surge devido a úlcera no estômago acontece por inflamação das paredes do órgão, essa dor pode ser confundida com dor no coração, pois os dois órgãos estão próximos.
  • Problemas na vesícula: Quando nossa vesícula está inflamada com pedras ou excesso de gordura pode surgir uma grande dor no lado direito do peito, que pode ser facilmente confundida com infarto.
  • Problemas nos pulmões: A dor no peito é frequente em doenças como bronquite e asma! Devido a localização do pulmão, mais uma dor que pode ser confundida com cardíaca.
  • Doenças no coração: Doenças como: arritmia, insuficiência cardíaca, doença coronária e inflamação do músculo cardíaco podem causar dor no coração, mesmo não sendo comum.
  • Infarto: Por fim, uma das maiores preocupações das pessoas quando acontecem dor no peito é o infarto. Mas são raros os casos que o infarto vem acompanhado de dor no peito. É mais comum em pessoas com pressão alta, colesterol elevado ou nos fumantes.

Como tratar para aliviar?

Como vimos as dores no peito tem causas diversas. No caso de doenças como úlceras, doenças do coração, pulmão, gases e outras que citamos, o ideal é fazer um tratamento médico, para que esse sintoma possa aliviar em frequência ou mesmo desaparecer.

Nenhuma dor no peito deve durar mais que 20 minutos, se passar desse tempo um médico deve ser procuro imediatamente.

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...