Dor na mama

Em nosso artigo de hoje você vai entender e conhecer um pouco mais sobre os sintomas e possíveis tratamentos de dor na mama. Confira.

Dor na Mama - O que pode ser, Porque Dói, Como aliviar?

Dor na mama é grave? 

Em primeiro lugar devemos tranquilizar as mulheres que sente dores na mama! Nem sempre isso significa algo grave. Estima-se que pelo menos 70% das mulheres já tiverem essa dor, que pode ser originaria de problemas comuns, como TPM ou alterações hormonais.

Porém, há casos mais graves como mastite da amamentação, presença de cistos no seio ou até o câncer de mama! Por isso, a dor e a sua intensidade sempre tem que ser observada.

Por que dói?

Não tem uma resposta definitiva do porque dói! O que podemos adiantar é que cada causa tem um motivo para gerar dor, por isso a resposta vai depender do que é.


Como você vai acompanhar no próximo tópico.

O que pode ser?

  • Início da puberdade: Na fase dos 10 aos 14 anos as mamas das meninas começam a crescer, e por conta disso há um desconforto ou até mesmo uma dor. É absolutamente normal esses sintomas nessa fase, afinal, o peito está crescendo.
  • TPM ou menstruação: Todo o período de pré e pós menstruação pode ser marcada por dores nos peitos. Por isso, mulheres podem sentir todos os meses uma dor chata e incomoda! Geralmente o uso de anticoncepcional alivia os sintomas.

Quando a dor dura até 4 dias é considerada normal, depois disso deve-se procurar um médico para que seja investigada com mais detalhes.

  • Gravidez: Dores nas mamas podem ser comuns no começo e no final da gravidez. Isso acontece devido ao crescimento das glândulas mamárias ou mesmo pela produção de leite.
  • Amamentação: Durante o período de amamentação também é considerado normal ter dores nos seios, pois as mamas estão carregadas de leite, o que pode ser incomodo além de doloroso.
  • Uso de remédios: Alguns remédios podem causar dores nos seios, temos como exemplo o Anadrol, Clorpromazina e Aldomet. Mas há outros que tem como efeito colateral dores nos seios.
  • Cistos na mama: Esses casos são mais graves, mesmo não estando ligados com o câncer de mama! Os cistos acontecem por um tecido mamário irregular, que pode gerar cistos.

Ou seja, pequenos caroços que podem desaparecer sozinho, ou até crescer. Por isso é importante que esses casos tenham um acompanhamento médico mais de perto.

  • Mudança anticoncepcional: Quando a mulher começa tomar anticoncepcional ou então quando ela muda o medicamento pode acontecer uma dor leve ou moderada nos seios. Isso se dá pelas alterações hormonais do remédio.
  • Exercício físico: Exercícios físicos e intensos podem causar dor nos seios, principalmente se você iniciou as atividades físicas agora!

Geralmente essas dores aparecem logo depois do exercício, fazendo com que você identifique a causa rápido, e não devem durar mais de 4 dias.

  • Câncer de mama: Com certeza essa é a causa mais grave e também a que mais preocupa as mulheres. Mas devemos deixar claro que a dor pode sim ter relação com o câncer de mama, mas é raro.

Geralmente os tumores nos seios não causam dor, e sim outros sintomas como saída de secreção ou depressão em uma parte da mama. Mulheres a partir dos 40 anos ou com histórico na família devem estar mais atentas aos sinais de alerta.

Veja também: Dor na costela esquerda abaixo da mama, o que é?

Como tratar para aliviar?

As dores nos seios podem ser controladas com soluções caseiras, como:

  • uso de compressa morna
  • massagem durante o banho
  • uso de sutiãs confortáveis, sem bojo, por exemplo.

Se a dor continuar 15 dias seguidos, após todos esses tratamentos alternativo o ideal é marcar um ginecologista.

Links úteis:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...